O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

São José do Rio Preto,26 de janeiro de 2020.
 
      Notícias
Página Anterior Imprima este Artigo
25/08/2017 - 14:17
Reunião entre Comando e Fenaban aprova Cláusula sobre Requalificação e Realocação Profissional
 
A reunião entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), ocorrida na tarde desta quinta-feira (24), no Hotel Macksoud, em São Paulo, encerrou com um avanço. A aprovação da Cláusula 62, que regulamenta a instalação de um Grupo de Trabalho bipartite sobre e Requalificação e Realocação Profissional. A presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas e Região, Ana Stela Alves de Lima, representou a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) na mesa de negociação.


O objetivo do GT de Requalificação e Realocação profissional é avaliar, discutir e acompanhar situações nas quais haja a possibilidade de requalificar e realocar trabalhadores afetados por reestruturações, extinção de cargos, fechamento de agências, mudanças tecnológicas ou mudanças nas atividades que exijam atualização do conhecimento para o exercício de novas funções.

O Comando Nacional dos Bancários destacou a importância de conseguir negociar com os cinco maiores bancos e aprovar uma cláusula que visa defender a manutenção do emprego em uma conjuntura de incertezas políticas econômicas e de sucessivos aumentos nos cortes dos postos de trabalho. O termo de adesão à cláusula terá assinatura coletiva em data ainda a ser definida.

Comando e Fenaban concordam que a assinatura do acordo de dois, firmado na campanha passada (Convenção Coletiva de Trabalho - CCT 2016-2018) - que garantiu reposição da inflação referente ao período de agosto de 2016 a setembro de 2017, mais 1% de aumento real e manutenção da PLR – foi uma estratégia bastante acertada, considerando a instabilidade política e econômica do país. “Foi muito acertada da parte de vocês se anteciparem e proporem um acordo de dois anos e não termos que discutir cláusulas econômicas em um momento tumultuado demais para debatermos esses temas”, afirmou o representante da Federação dos Bancos.

A Fenaban também parabenizou o Comando Nacional e ressaltou a “vitória” do diálogo no processo de negociações entre representantes dos patrões e empregados.

Termo de Compromisso

Sobre o Termo de Compromisso em Defesa do Emprego e de Direitos, fruto da 19ª Conferência Nacional dos Bancários, entregue aos bancos na reunião de negociação realizada no dia 08 de agosto, que solicita à Federação dos Bancos a garantia de manutenção das cláusulas previstas na CCT, tendo em vista as mudanças trazidas pela recém aprovada Reforma Trabalhista, a Federação dos Bancos informou que o documento ainda está sendo analisado e será discutido com os bancos e para então dar uma resposta aos representantes dos trabalhadores.

 

 
.: Sindicato dos Bancários de São José do Rio Preto e Região :.
2010 - Direitos Reservados - Desenvolvido por Solução R2